Julio Sergio de Oliveira Araujo

“A fé é a capacidade de falar com DEUS”          “A poesia é a capacidade de falar com a Vida”

Textos


Abençoados “Homens de Deus”.
(Ao Meu Pai José Araújo e Tio Paulo Gomes)
 
A benção homem meu
Que jamais esmoreceu
Vida afora aconteceu.
 
Líder sua história escreveu
Lutando pouco envelheceu
Viveu seu merecido apogeu.
 
No anonimato comoveu
Não ajudar mais doeu
Aí o espírito adoeceu.
 
Sofrimento venceu
E um dia padeceu
Foi quando emudeceu.
 
Então assim resolveu
Madrugada escureceu
Dia não amanheceu.
 
Sem despedidas transcendeu...
Ao convívio dos outros seus
Aqui nossa vida empobreceu
E a separação nos entristeceu...
 
A benção homem meu
Em todo tempo de Deus
Ao encontro do Pai renasceu
E a todos nós resplandeceu.
 

Homenagem singela ao meu Pai Amor José e ao seu “filho” mais velho (meu irmão, amigo e tio) Paulo, que deixaram a vida mais carente e escassa de homens família, homens de ilibada conduta ética e moral, inconteste probidade, idoneidade, identidade e lealdade humana e profissional. Filhos da melhor estirpe e qualidade que Deus nos presenteou com suas passagens em nossas vidas. Agora um pouco mais pobres, mas com certeza, bem mais ricas em valores concebidos com muita dedicação, doação e amor.

Meu humilde muito obrigado por tudo, em todas as horas e minhas desculpas em não termos podido nos compartilhar, consumir, consultar, curtir mais e principalmente pelas pequenas e necessárias divergências. Tornou-nos um pouco mais reflexivos, resignados, sublimes e sábios, com certeza próximos na essência, já que nossas convergências foram inúmeras, com muita intensidade, bem vividas, vivenciadas, vivificadas e aproveitadas da melhor maneira que cada um de nós enxergava com os olhos da matéria e principalmente do espírito, e concebia cada mágico momento que a vida nos propiciou.
 
Sou eternamente grato pelos ensinamentos que recebi, também daqueles que mutuamente reciclamos, durante um bom tempo, que agora acho que foi pequeno demais, tudo aconteceu muito rápido, volátil, mas com certeza foi o que merecemos, e melhor, nos merecemos com iluminada dignidade. Melhor pra mim, pois sai levando uma inconteste vantagem em ter sido agraciado com um Pai adimensional e um Tio imensurável, em contra partida vocês, respectivamente, com um filho e sobrinho opinioso, metido, presunçoso, até conselhos dava e ainda por cima falava de igual para igual, respeitando, é claro e sendo respeitado, o que sempre me deixou orgulhoso em ser ouvido por pessoas tão centradas, maduras e preparadas. Aí foi quando mais aprendi coisas novas e importantes que foram incorporadas ao meu viver e das pessoas que podia contaminar com os bons ensinamentos e conselhos. Fui um privilegiado por Deus.
Que Cristo Jesus os abençoe na nova caminhada junto ao Paizão aí do Céu e da Terra.
Bjus abençoados, fraternos, ternos e eternos na alma e no coração.

 
Julio Sergio
Recife-PE.
(16.05.12)

 
 

 
Julio Sergio
Enviado por Julio Sergio em 11/08/2012
Alterado em 11/08/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Julio Sergio: www.poesiasjuliosergio.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras